pt

Sobre a Robert Walters Portugal

Para nós, o recrutamento é mais do que apenas um trabalho. Entendemos que por trás de cada oportunidade está a chance de fazer a diferença na vida das pessoas.

Saiba mais

Trabalhe connosco

As pessoas são o coração do nosso negócio. Ouça histórias da nossa equipa para saber mais acerca de uma carreira na Robert Walters Portugal.

Saiba mais

Contacte-nos

Verdadeiramente global e orgulhosamente local, estamos em Portugal há cerca de 7 anos sempre prontos para oferecer-lhe as melhores soluções de recrutamento.

Fale connosco
Ofertas de emprego

Os nossos especialistas do setor ouvirão as suas aspirações e partilharão a sua história com as organizações de maior prestígio em Portugal. Juntos, vamos escrever o próximo capítulo da sua carreira.

Ver todas as ofertas de emprego
Candidatos

Juntos, mapearemos caminhos que definem a sua carreira e mudam a sua vida para alcançar as suas ambições profissionais. Navegue pela nossa gama de serviços, conselhos e recursos.

Saiba mais
Serviços

Os principais empregadores de Portugal confiam em nós para fornecer soluções de contratação rápidas e eficientes, adaptadas às suas necessidades exatas. Navegue pela nossa gama de serviços e recursos personalizados.

Saiba mais
Sobre a Robert Walters Portugal

Para nós, o recrutamento é mais do que apenas um trabalho. Entendemos que por trás de cada oportunidade está a chance de fazer a diferença na vida das pessoas.

Saiba mais

Trabalhe connosco

As pessoas são o coração do nosso negócio. Ouça histórias da nossa equipa para saber mais acerca de uma carreira na Robert Walters Portugal.

Saiba mais
Contacte-nos

Verdadeiramente global e orgulhosamente local, estamos em Portugal há cerca de 7 anos sempre prontos para oferecer-lhe as melhores soluções de recrutamento.

Fale connosco

5 dicas para se despedir de um trabalho de forma profissional

Quando finalmente consegue aquele trabalho que tanto queria, é muito fácil deixar-se absorver pelo entusiasmo do novo posto, esquecendo-se de fazer bem tudo o que se relaciona com o seu antigo. Mas a forma como sai de uma empresa é importante, tanto para si como para os seus empregadores.

Faz todo o sentido que, ao apresentar a sua demissão de um determinado cargo, consiga sair a bem. As boas relações são vitais para sustentar qualquer carreira, e nunca se sabe o que lhe reserva o futuro.

Assim, procure assegurar que não se vai embora chateado com os seus colegas de trabalho ou diretores – são estas as pessoas que já conhecem e avaliam o seu trabalho, e nada garante que os vossos caminhos não se vão cruzar outra vez, seja como futuros colegas, diretores, mediadores, ou simplesmente enquanto valiosos contactos no mundo dos negócios.

E, claro, demitir-se de forma profissional é o que as pessoas profissionais fazem. Deixamos-lhe alguns conselhos para fazê-lo da melhor maneira:

1. Informe o seu chefe

Comunicar ao seu chefe o mais rapidamente possível que recebeu e aceitou uma nova oferta de emprego é do interesse comum de ambos. E deve fazê-lo pessoalmente. Assim, promova uma reunião onde possam falar em privado, e pense no que vai dizer, bem como no tipo de perguntas mais prováveis de serem feitas pelo seu chefe.

  • Tenha uma carta preparada para poder formalizar a sua demissão depois de a ter discutido pessoalmente;
  • Assegure-se de saber qual é o seu período de pré-aviso, porque este tema vai ser falado na reunião, bem como a melhor forma de o gerir;
  • Comece sempre por agradecer as oportunidades que teve dentro da sua empresa;
  • Se lhe perguntarem quais são as razões para se querer ir embora, ou lhe pedirem feedback da sua experiência neste posto, mantenha-se sempre positivo e profissional, e não entre em detalhes desnecessários nesta fase. Pode sempre marcar uma última reunião antes da saída para fazer algumas críticas construtivas se for caso disso;
  • Se uma reunião presencial não for possível, Skype ou um telefonema são as segundas melhores opções para comunicar ao seu chefe a sua intenção de sair. Despedir-se por email não é visto com bons olhos, nem demonstra boa educação;
  • Pergunte ao seu manager quando deveria contar ao resto da equipa da sua demissão. É uma cortesia profissional deixá-lo/la responsável por esta decisão;
  • Esteja preparado para algum tipo de contra-oferta.
     

2. Responda à contra-oferta (se existir)

Os empregadores preferem quase sempre tentar manter os bons profissionais na sua empresa em vez de recomeçarem o processo de contratação novamente, pelo que pode certamente esperar. Esta pode incluir um aumento salarial, melhores benefícios, novas funções, ou mesmo a transferência para um novo cargo ou divisão.

Receber uma contra-oferta é lisonjeador: afinal, é um sinal de que o seu trabalho é valorizado. Ao mesmo tempo, porém, não se esqueça de que a sua resposta deve ser uma cuidadosa decisão comercial, e não uma reação emocional impulsiva. Os nossos estudos revelam que muitos profissionais que aceitam contra-ofertas acabam por sair do seu emprego de qualquer forma pouco tempo depois. Assim, pergunte-se:

  • Por que razão se quis sequer ir embora? Irá a nova oferta resolver as frustrações que sentia, ou estas irão manter-se?
  • Teria recebido um aumento salarial ou uma promoção mais cedo se não tivesse decidido sair?
  • Acha que o seu empregador atual tem realmente um plano de progressão de carreira para o seu futuro a longo-prazo?
  • Se ficar, será que a sua relação com o seu manager ou colegas de trabalho será afetada pelo facto de se ter querido ir embora?
  • O que irá perder se não aceitar a nova oferta?
     

Se está a considerar ficar, assegure-se de que o seu chefe lhe garante as condições da contra-oferta por escrito, com todos os detalhes dos termos que foram acordados e oferecidos cara-a-cara.
 

3. Cumpra o seu período de pré-aviso

Digamos que rejeita a contra-oferta. Normalmente, há uma negociação relativamente ao período em que ainda vai trabalhar na empresa. O seu antigo empregador vai querer que fique o máximo tempo possível, enquanto o novo vai desejar que comece o mais brevemente que conseguir.

Mesmo que não possa conciliar as duas vontades e ter o cenário ideal, tente cumprir o período de pré-aviso dentro do possível: se tentar sair mais cedo sem acordo, arrisca-se a perder quaisquer benefícios que pudessem existir na sua saída, ou boas referências futuras.

De qualquer forma, tente ser o mais flexível que conseguir com o seu empregador atual, não só por boa vontade, mas também para manter as relações cordiais – afinal, nunca se sabe quando os caminhos se voltarão a cruzar mais tarde na sua carreira.

E, não se preocupe: o seu novo empregador vai esperar por si, ou então não o teria contratado.

Assim, quando este assunto estiver resolvido, chega a altura de tomar medidas proativas para passar as funções do seu antigo posto para outras mãos:

  • Pergunte ao seu manager direto como apoiá-lo na distribuição do seu trabalho pelos seus colegas e/ou futuro substituto;
  • Veja que projetos ou tarefas necessitam da sua atenção urgente, e tome nota de todos aqueles que vai conseguir terminar até ao final da sua estância na empresa;
  • Mesmo que não lhe peçam para o fazer, prepare um documento detalhado com as suas tarefas e projetos mais importantes para distribuir, de forma a que os outros lhes possam dar continuidade facilmente. Pense no que seria essencial os seus colegas saberem na sua ausência.
  • Arranje soluções para a sua equipa poder dar suporte à sua saída no curto-prazo, fazendo sugestões sobre que membros da equipa podem ficar com que parte das suas responsabilidades;
  • Caso existam relações específicas com clientes, ou responsabilidades operacionais para entregar a outra pessoa, organize reuniões para poder explicar estas questões em maior detalhe às pessoas certas;
  • Se for apropriado, pode oferecer-se para ajudar o seu chefe no processo de recrutamento do seu substituto. Afinal, quem tem experiência em primeira mão das competências e características mais importantes para o trabalho é você.
     

Demitir-se de forma profissional é o que as pessoas profissionais fazem.
 

4. Mantenha-se em contacto

Pense nas pessoas com quem trabalha agora, e com quem gostaria de manter o contacto depois de sair, tanto social como profissionalmente. Depois de se despedir, mas ainda antes de se ir embora, pode tomar medidas para garantir que não perde o contacto.

Por exemplo, pode fazer circular um e-mail pessoal através do qual possam contactá-lo/a, ou conectar-se e seguir os seus (em breve) ex-colegas no LinkedIn e outras redes sociais relevantes.

No entanto, ao manter-se em contacto, seja sempre profissional:

  • Não partilhe informação sensível sobre o seu novo empregador;
  • Aproveite quaisquer notícias, estudos ou eventos interessantes para meter conversa com contactos-chave do seu antigo trabalho;
  • Quando falar com antigos colegas, evite criticar o seu chefe anterior, ou comparar as suas condições atuais no novo emprego com as do antigo.

5. Prepare-se para o novo desafio que se avizinha

Mesmo antes de deixar o seu velho emprego, há muita coisa que pode fazer para criar uma boa impressão no seu novo posto, e começar a lidar antecipadamente com os desafios à sua frente:

  • Comece a conectar-se nas redes sociais com novos colegas, e aceite sempre qualquer convite que lhe apareça;
  • Envie um email ao seu novo manager a perguntar se há alguma coisa que possa ler ou fazer como preparação para o trabalho;
  • Faça mais alguma pesquisa geral sobre o seu novo posto e chefe;
  • Comece a planear a sua nova rota para o trabalho.
     

Finalmente, mantenha-se calmo e confiante. A transição de um emprego para outro pode parecer um pouco assustador, mas lembre-se de que foi selecionado pela empresa de entre vários outros candidatos por ter sido o melhor de todos para o trabalho em questão.

Recorde-se também das razões pelas quais sentiu que estava na altura de avançar e fazer uma mudança na sua carreira, e por que é que esta oportunidade lhe pareceu apelativa. Agora, a única coisa que tem de fazer é sair e aproveitar este novo desafio!

Para mais conselhos sobre este tema, veja o nosso Complete Guide to Resigning Professionally  e não hesite em contactar-nos!

 

Partilhar artigo

Links relevantes

Registe-se para criar alertas de emprego
Pesquisa Salarial
Conselhos de carreira
Fale connosco

Saiba mais ao entrar em contacto com um dos nossos consultores especializados em recrutamento

Conteúdo relacionado

Ver todos

Como o mercado de trabalho está a mudar devido à inflação de emprego?

+53% de vagas de emprego de alto nível no último ano 52% da Geração Z esperam uma promoção anual 5/10 da Geração Z aceitaria uma posição de maior responsabilidade para a qual não estão totalmente qualificados A inflação do emprego é a tendência que muitas empresas seguem, oferecendo aos seus colabor

Ler mais

Melhore a sua carreira: Destaque-se na próxima avaliação de desempenho

Em um mundo competitivo para evoluir profissionalmente, a sua avaliação anual de desempenho é mais do que apenas uma verificação. É uma oportunidade para ostentar as suas vitórias, delinear o seu futuro e ser reconhecido pelas suas conquistas. Com o mês anual de avaliação à porta, é hora de se prepa

Ler mais

Dois terços das mães que trabalham alegam falta de reconhecimento e oportunidades

Uma pesquisa realizada com 2.000 profissionais pela empresa de recrutamento Robert Walters descobriu que 56% das mães trabalhadoras ainda não receberam uma promoção de seu empregador atual, apesar de sentirem que a ganharam – uma diferença de 14% em comparação com os pais que trabalham. Mais de um q

Ler mais

Sou Robert Walters, você é?

Junte-se à nossa equipa global de pensadores criativos, solucionadores de problemas e trabalhadores inovadores. Oferecemos progressão acelerada na carreira, uma cultura dinâmica e treino especializado.