Como organizar a sua demissão de forma profissional

homem na janela com ipad

Quando finalmente consegue aquele trabalho que tanto queria, é muito fácil deixar-se absorver pelo entusiasmo do novo posto, esquecendo-se de fazer bem tudo o que se relaciona com o seu antigo. Mas a forma como sai de uma empresa é importante, tanto para si como para os seus empregadores.

Faz todo o sentido que, ao apresentar a sua demissão de um determinado cargo, consiga sair a bem. As boas relações são vitais para sustentar qualquer carreira, e nunca se sabe o que lhe reserva o futuro.

Assim, procure assegurar que não se vai embora chateado com os seus colegas de trabalho ou diretores – são estas as pessoas que já conhecem e avaliam o seu trabalho, e nada garante que os vossos caminhos não se vão cruzar outra vez, seja como futuros colegas, diretores, mediadores, ou simplesmente enquanto valiosos contactos no mundo dos negócios.

E, claro, demitir-se de forma profissional é o que as pessoas profissionais fazem. Deixamos-lhe alguns conselhos para fazê-lo da melhor maneira:

1. Informe o seu chefe

Comunicar ao seu chefe o mais rapidamente possível que recebeu e aceitou uma nova oferta de emprego é do interesse comum de ambos. E deve fazê-lo pessoalmente. Assim, promova uma reunião onde possam falar em privado, e pense no que vai dizer, bem como no tipo de perguntas mais prováveis de serem feitas pelo seu chefe.

  • Tenha uma carta preparada para poder formalizar a sua demissão depois de a ter discutido pessoalmente;
  • Assegure-se de saber qual é o seu período de pré-aviso, porque este tema vai ser falado na reunião, bem como a melhor forma de o gerir;
  • Comece sempre por agradecer as oportunidades que teve dentro da sua empresa;
  • Se lhe perguntarem quais são as razões para se querer ir embora, ou lhe pedirem feedback da sua experiência neste posto, mantenha-se sempre positivo e profissional, e não entre em detalhes desnecessários nesta fase. Pode sempre marcar uma última reunião antes da saída para fazer algumas críticas construtivas se for caso disso;
  • Se uma reunião presencial não for possível, Skype ou um telefonema são as segundas melhores opções para comunicar ao seu chefe a sua intenção de sair. Despedir-se por email não é visto com bons olhos, nem demonstra boa educação;
  • Pergunte ao seu manager quando deveria contar ao resto da equipa da sua demissão. É uma cortesia profissional deixá-lo/la responsável por esta decisão;
  • Esteja preparado para algum tipo de contra-oferta.

2. Responda à contra-oferta (se existir)

Os empregadores preferem quase sempre tentar manter os bons profissionais na sua empresa em vez de recomeçarem o processo de contratação novamente, pelo que pode certamente esperar. Esta pode incluir um aumento salarial, melhores benefícios, novas funções, ou mesmo a transferência para um novo cargo ou divisão.

Receber uma contra-oferta é lisonjeador: afinal, é um sinal de que o seu trabalho é valorizado. Ao mesmo tempo, porém, não se esqueça de que a sua resposta deve ser uma cuidadosa decisão comercial, e não uma reação emocional impulsiva. Os nossos estudos revelam que muitos profissionais que aceitam contra-ofertas acabam por sair do seu emprego de qualquer forma pouco tempo depois. Assim, pergunte-se:

  • Por que razão se quis sequer ir embora? Irá a nova oferta resolver as frustrações que sentia, ou estas irão manter-se?
  • Teria recebido um aumento salarial ou uma promoção mais cedo se não tivesse decidido sair?
  • Acha que o seu empregador atual tem realmente um plano de progressão de carreira para o seu futuro a longo-prazo?
  • Se ficar, será que a sua relação com o seu manager ou colegas de trabalho será afetada pelo facto de se ter querido ir embora?
  • O que irá perder se não aceitar a nova oferta?

Se está a considerar ficar, assegure-se de que o seu chefe lhe garante as condições da contra-oferta por escrito, com todos os detalhes dos termos que foram acordados e oferecidos cara-a-cara.

3. Cumpra o seu período de pré-aviso

Digamos que rejeita a contra-oferta. Normalmente, há uma negociação relativamente ao período em que ainda vai trabalhar na empresa. O seu antigo empregador vai querer que fique o máximo tempo possível, enquanto o novo vai desejar que comece o mais brevemente que conseguir.

Mesmo que não possa conciliar as duas vontades e ter o cenário ideal, tente cumprir o período de pré-aviso dentro do possível: se tentar sair mais cedo sem acordo, arrisca-se a perder quaisquer benefícios que pudessem existir na sua saída, ou boas referências futuras.

De qualquer forma, tente ser o mais flexível que conseguir com o seu empregador atual, não só por boa vontade, mas também para manter as relações cordiais – afinal, nunca se sabe quando os caminhos se voltarão a cruzar mais tarde na sua carreira.

E, não se preocupe: o seu novo empregador vai esperar por si, ou então não o teria contratado.

Assim, quando este assunto estiver resolvido, chega a altura de tomar medidas proativas para passar as funções do seu antigo posto para outras mãos:

  • Pergunte ao seu manager direto como apoiá-lo na distribuição do seu trabalho pelos seus colegas e/ou futuro substituto;
  • Veja que projetos ou tarefas necessitam da sua atenção urgente, e tome nota de todos aqueles que vai conseguir terminar até ao final da sua estância na empresa;
  • Mesmo que não lhe peçam para o fazer, prepare um documento detalhado com as suas tarefas e projetos mais importantes para distribuir, de forma a que os outros lhes possam dar continuidade facilmente. Pense no que seria essencial os seus colegas saberem na sua ausência.
  • Arranje soluções para a sua equipa poder dar suporte à sua saída no curto-prazo, fazendo sugestões sobre que membros da equipa podem ficar com que parte das suas responsabilidades;
  • Caso existam relações específicas com clientes, ou responsabilidades operacionais para entregar a outra pessoa, organize reuniões para poder explicar estas questões em maior detalhe às pessoas certas;
  • Se for apropriado, pode oferecer-se para ajudar o seu chefe no processo de recrutamento do seu substituto. Afinal, quem tem experiência em primeira mão das competências e características mais importantes para o trabalho é você.

Demitir-se de forma profissional é o que as pessoas profissionais fazem.

4. Mantenha-se em contacto

Pense nas pessoas com quem trabalha agora, e com quem gostaria de manter o contacto depois de sair, tanto social como profissionalmente. Depois de se despedir, mas ainda antes de se ir embora, pode tomar medidas para garantir que não perde o contacto.

Por exemplo, pode fazer circular um e-mail pessoal através do qual possam contactá-lo/a, ou conectar-se e seguir os seus (em breve) ex-colegas no LinkedIn e outras redes sociais relevantes.

No entanto, ao manter-se em contacto, seja sempre profissional:

  • Não partilhe informação sensível sobre o seu novo empregador;
  • Aproveite quaisquer notícias, estudos ou eventos interessantes para meter conversa com contactos-chave do seu antigo trabalho;
  • Quando falar com antigos colegas, evite criticar o seu chefe anterior, ou comparar as suas condições atuais no novo emprego com as do antigo.
     

5. Prepare-se para o novo desafio que se avizinha

Mesmo antes de deixar o seu velho emprego, há muita coisa que pode fazer para criar uma boa impressão no seu novo posto, e começar a lidar antecipadamente com os desafios à sua frente:

  • Comece a conectar-se nas redes sociais com novos colegas, e aceite sempre qualquer convite que lhe apareça;
  • Envie um email ao seu novo manager a perguntar se há alguma coisa que possa ler ou fazer como preparação para o trabalho;
  • Faça mais alguma pesquisa geral sobre o seu novo posto e chefe;
  • Comece a planear a sua nova rota para o trabalho.

Finalmente, mantenha-se calmo e confiante. Começar um novo trabalho pode parecer um pouco assustador, mas lembre-se de que foi selecionado pela empresa de entre vários outros candidatos por ter sido o melhor de todos para o trabalho em questão.

Recorde-se também das razões pelas quais sentiu que estava na altura de avançar e fazer uma mudança na sua carreira, e por que é que esta oportunidade lhe pareceu apelativa. Agora, a única coisa que tem de fazer é sair e aproveitar este novo desafio!

Para mais conselhos sobre este tema, veja o nosso Complete Guide to Resigning Professionally  e não hesite em contactar-nos!

 

banner seta azul néon alertas emprego

Subscrever alertas
de emprego  

Read more »

Veja o nosso Complete
Guide to Resigning Professionally 

banner telhado azul ripado guia
Read more »

Mais conselhos de carreira 

banner três jovens - conselhos carreira
Read more »

Contacte-nos 

banner bolas desfocadas contacto
Read more »

Notícias 

Banner velocidade notícias
Read more »

Compare o
seu salário 

banner salary survey números
Read more »