pt

Sobre a Robert Walters Portugal

Para nós, o recrutamento é mais do que apenas um trabalho. Entendemos que por trás de cada oportunidade está a chance de fazer a diferença na vida das pessoas.

Saiba mais

Trabalhe connosco

As pessoas são o coração do nosso negócio. Ouça histórias da nossa equipa para saber mais acerca de uma carreira na Robert Walters Portugal.

Saiba mais

Contacte-nos

Verdadeiramente global e orgulhosamente local, estamos em Portugal há cerca de 7 anos sempre prontos para oferecer-lhe as melhores soluções de recrutamento.

Fale connosco
Ofertas de emprego

Os nossos especialistas do setor ouvirão as suas aspirações e partilharão a sua história com as organizações de maior prestígio em Portugal. Juntos, vamos escrever o próximo capítulo da sua carreira.

Ver todas as ofertas de emprego
Candidatos

Juntos, mapearemos caminhos que definem a sua carreira e mudam a sua vida para alcançar as suas ambições profissionais. Navegue pela nossa gama de serviços, conselhos e recursos.

Saiba mais
Serviços

Os principais empregadores de Portugal confiam em nós para fornecer soluções de contratação rápidas e eficientes, adaptadas às suas necessidades exatas. Navegue pela nossa gama de serviços e recursos personalizados.

Saiba mais
Sobre a Robert Walters Portugal

Para nós, o recrutamento é mais do que apenas um trabalho. Entendemos que por trás de cada oportunidade está a chance de fazer a diferença na vida das pessoas.

Saiba mais

Trabalhe connosco

As pessoas são o coração do nosso negócio. Ouça histórias da nossa equipa para saber mais acerca de uma carreira na Robert Walters Portugal.

Saiba mais
Contacte-nos

Verdadeiramente global e orgulhosamente local, estamos em Portugal há cerca de 7 anos sempre prontos para oferecer-lhe as melhores soluções de recrutamento.

Fale connosco

O que procurar num consultor de recrutamento

Como qualquer pessoa em busca de emprego lhe pode confirmar, o que não faltam são empresas de recrutamento, porém, todas apresentam as suas diferenças em termos de experiência, foco e estilo. Assim, como encontrar um consultor de recrutamento que seja certo para si? 

Com ajuda dos nossos especialistas, deixamos-lhe 5 perguntas-chave que deve fazer para saber se um consultor seria um bom encaixe para as suas necessidades de carreira.

1. O consultor é especialista na sua área de actividade?

Os postos de trabalho são cada vez mais especializados, tornando-se frustrante para um candidato falar com alguém que afirma ter um profundo conhecimento do seu sector e disciplina, mas que, quando posto à prova, não compreende verdadeiramente a sua área. Como pode alguém representar um candidato de forma credível a potenciais empregadores se não percebe realmente aquilo que este faz?

O que não se quer é alguém que trabalhe com todos os sectores, não sendo verdadeiramente especialista em nenhum

“A ideia é procurar conhecimento funcional da sua área. Por exemplo, se for um candidato de marketing digital, vai querer ter a certeza de que fala com um consultor que já tenha demonstrado um historial positivo de recrutamento especificamente para essa área, ou que, pelo menos, esteja apoiado por uma grande equipa experiente nesse sector específico”, comenta Fabienne Viegar, manager de IT&Digital na Robert Walters.

“O que não se quer é alguém que trabalhe com todos os sectores, não sendo verdadeiramente especialista em nenhum”, declara François-Pierre Puech, Country Director da Robert Walters Portugal. “Ou seja, alguém que estava ontem a trabalhar com um advogado, com um marketing generalista hoje e um recepcionista amanhã. Procure evidências de conhecimento real da sua indústria ou sector – por exemplo, diga algumas palavras-chave durante a entrevista e veja como o consutor reage.”

2. Se pretende mudar de emprego para outro país, tem um alguém in loco

Para os candidatos que considerem uma mudança internacional, é essencial ter pessoas no local que conheçam bem o destino-alvo. 

“Se o seu objectivo é mudar de Lisboa para Sydney, vai encontrar uma realidade bastante diferente daquela a que está habituado. Assim, o ideal é ter alguém, fisicamente, no sítio para onde deseja ir, de forma a que possa dar aconselhamento e informações sobre todos os detalhes vitais para além do trabalho em si, seja impostos, mercado imobiliário ou cultura”, explica Fabienne. Este tipo de conhecimento local pode ser uma ajuda preciosa para um candidato decidir se a localização que pretende é um bom encaixe para a sua personalidade e objectivos. 

3. Trabalha por comissão? 

“Quando os consultores trabalham à comissão, a dinâmica muda”, comenta François-Pierre Puech. “Por outro lado, sem a pressão da comissão individual, o consultor não sente necessidade de vender demasiado um posto específico, ou de tentar convencer um candidato a aceitar uma oferta que não se adequa bem ao seu perfil. Assim, é importante procurar uma consultora de recrutamento e selecção que incentive as suas equipas de consultores a trabalharem para os interesses dos candidatos e clientes a longo-prazo. Na minha experiência, esta abordagem retira a mentalidade de venda agressiva que muitas vezes encontramos nestas empresas, e o candidato pode confiar que o seu consultor vai mesmo respeitar as suas necessidades e interesses em vez de outros.”

Pergunte-se: este consultor parece-lhe alguém com quem poderá trabalhar a longo-prazo na sua carreira? Preocupa-se realmente consigo? 

Muitos consultores têm uma mentalidade muito transaccional, ou seja, o que pretendem é que o candidato seja colocado no cliente, de forma a receberem uma comissão sobre essa transacção e seguir para a próxima. Assim, o melhor é encontrar um recrutador que se preocupe realmente com as suas necessidades e com o seu futuro, e que procure também estabelecer uma relação a longo-prazo com o candidato. 

4. Vai ter toda a empresa ou divisão a trabalhar para si, ou vai trabalhar apenas com uma pessoa?

“O que se pretende é um consultor que esteja interessado em encontrar o trabalho certo para a pessoa certa”, refere Fabienne, “os bons recrutadores apresentam o candidato a outros especialistas dentro da mesma empresa, e todos vão procurar contribuir com as suas competências, contactos e conhecimento de diferentes áreas e até países. O ideal é que o candidato possa aceder ao máximo de oportunidades possíveis, mesmo a nível global."

Esta é outra das desvantagens das agências baseadas em comissões individuais, onde "o candidato só vai conhecer um consultor, que vai procurar desesperadamente colocá-lo entre um dos seus clientes, sem ter em conta a maior rede de possibilidades que poderá existir.”

5. Vai trabalhar exclusivamente com uma agência?

Não é boa ideia aceitar entrar num processo de uma agência de recrutamento que obrigue o candidato a trabalhar em exclusividade”, comenta François-Pierre Puech. “Um bom consultor deve fazer o candidato sentir que não tem necessidade de procurar ajuda noutro sítio, que todo o mercado está a ser analisado para o ajudar, mas nunca o pressionando a aceitar qualquer tipo de acordo de exclusividade.”

Partilhar artigo

Links relevantes

Registe-se para criar alertas de emprego
Pesquisa Salarial
Conselhos de carreira
Fale connosco

Saiba mais ao entrar em contacto com um dos nossos consultores especializados em recrutamento

Conteúdo relacionado

Ver todos

Como o mercado de trabalho está a mudar devido à inflação de emprego?

+53% de vagas de emprego de alto nível no último ano 52% da Geração Z esperam uma promoção anual 5/10 da Geração Z aceitaria uma posição de maior responsabilidade para a qual não estão totalmente qualificados A inflação do emprego é a tendência que muitas empresas seguem, oferecendo aos seus colabor

Ler mais

Melhore a sua carreira: Destaque-se na próxima avaliação de desempenho

Em um mundo competitivo para evoluir profissionalmente, a sua avaliação anual de desempenho é mais do que apenas uma verificação. É uma oportunidade para ostentar as suas vitórias, delinear o seu futuro e ser reconhecido pelas suas conquistas. Com o mês anual de avaliação à porta, é hora de se prepa

Ler mais

Dois terços das mães que trabalham alegam falta de reconhecimento e oportunidades

Uma pesquisa realizada com 2.000 profissionais pela empresa de recrutamento Robert Walters descobriu que 56% das mães trabalhadoras ainda não receberam uma promoção de seu empregador atual, apesar de sentirem que a ganharam – uma diferença de 14% em comparação com os pais que trabalham. Mais de um q

Ler mais

Sou Robert Walters, você é?

Junte-se à nossa equipa global de pensadores criativos, solucionadores de problemas e trabalhadores inovadores. Oferecemos progressão acelerada na carreira, uma cultura dinâmica e treino especializado.