pt

Sobre a Robert Walters Portugal

Para nós, o recrutamento é mais do que apenas um trabalho. Entendemos que por trás de cada oportunidade está a chance de fazer a diferença na vida das pessoas.

Saiba mais

Trabalhe connosco

As pessoas são o coração do nosso negócio. Ouça histórias da nossa equipa para saber mais acerca de uma carreira na Robert Walters Portugal.

Saiba mais

Contacte-nos

Verdadeiramente global e orgulhosamente local, estamos em Portugal há cerca de 7 anos sempre prontos para oferecer-lhe as melhores soluções de recrutamento.

Fale connosco
Ofertas de emprego

Os nossos especialistas do setor ouvirão as suas aspirações e partilharão a sua história com as organizações de maior prestígio em Portugal. Juntos, vamos escrever o próximo capítulo da sua carreira.

Ver todas as ofertas de emprego
Candidatos

Juntos, mapearemos caminhos que definem a sua carreira e mudam a sua vida para alcançar as suas ambições profissionais. Navegue pela nossa gama de serviços, conselhos e recursos.

Saiba mais
Serviços

Os principais empregadores de Portugal confiam em nós para fornecer soluções de contratação rápidas e eficientes, adaptadas às suas necessidades exatas. Navegue pela nossa gama de serviços e recursos personalizados.

Saiba mais
Sobre a Robert Walters Portugal

Para nós, o recrutamento é mais do que apenas um trabalho. Entendemos que por trás de cada oportunidade está a chance de fazer a diferença na vida das pessoas.

Saiba mais

Trabalhe connosco

As pessoas são o coração do nosso negócio. Ouça histórias da nossa equipa para saber mais acerca de uma carreira na Robert Walters Portugal.

Saiba mais
Contacte-nos

Verdadeiramente global e orgulhosamente local, estamos em Portugal há cerca de 7 anos sempre prontos para oferecer-lhe as melhores soluções de recrutamento.

Fale connosco

Manager VS Líder: como integrar a liderança na gestão de equipas de sucesso

Mudar para uma função de chefia não significa necessariamente que a pessoa esteja equipada para liderar. Na verdade, pode representar uma curva de aprendizagem abrupta para novos gestores e chefes de equipa. 

Quantos chefes e managers foram promovidos para gerir equipas sem saberem inspirar e liderar? Embora a liderança seja uma qualidade inata para alguns, para a maioria é algo que se tem de aprender e trabalhar diariamente. Muitos managers passam toda a sua carreira a gerir pessoas sem nunca serem reconhecidos como líderes, sabendo apenas fazer micromanagement em vez de desenvolverem equipas motivadas e autónomas. 

A Robert Walters acabou de lançar um e-guide para novos managers onde explica a diferença entre liderança e chefia, e como integrar a primeira na segunda:  

Saiba quando dar um passo atrás

Ceder uma tarefa não é partilhar uma carga de trabalho elevada; pelo contrário, os líderes reconhecem quando devem afastar-se para dar uma oportunidade aos membros da sua equipa de se destacarem. Tal significa permitir que os seus colaboradores implementem a sua própria abordagem e corrijam os seus erros. Obviamente, se os projetos começarem a perder o rumo, como líder precisará de intervir. No entanto, os líderes oferecem apoio sem cair em comportamentos de microgestão, que afetam negativamente a confiança dos colaboradores.

Prepare os outros para o sucesso

Os líderes estão genuinamente comprometidos com o desenvolvimento das suas equipas. Desde incentivar programas de formação, melhoria das qualificações e a especialização dos seus colaboradores, os bons líderes permitem que a equipa determine o curso do seu desenvolvimento profissional e irá incentivá-los a reconhecer e alcançar o seu pleno potencial.

Coaching

Um elemento essencial para assegurar que os outros se destacam é apoiá-los e guiá-los no caminho do sucesso. O coaching anda de mãos dadas com a liderança. Não se trata apenas de dar conselhos, mas de fornecer um espaço aberto para que os outros partilhem os seus problemas, discutam ideias e cheguem às suas próprias conclusões sobre os próximos passos.

Ofereça feedback com honestidade e empatia

Quando se trata de desenvolver a sua equipa, oferecer feedback contínuo e significativo para os seus colaboradores é altamente valioso. Mas nem sempre é fácil, principalmente se precisar de resolver um problema. Acima de tudo, procure manter o seu feedback construtivo em vez de crítico:

  • Seja específico e concentre-se no problema - não assuma que um colaborador possui todo o contexto para perceber por que é que algo pode ser um problema. Procure explicar sempre o "porquê" para garantir que o seu feedback é acionável.
  • Não torne a situação pessoal - concentre-se na situação e não no indivíduo para impedir que o seu colaborador se sinta atacado e/ou na defensiva.
  • Considere o seu tom e linguagem - o ideal é que o feedback seja feito cara-a-cara e de maneira concisa, clara e calma. Se não puder fazer críticas pessoalmente, pegue no telemóvel em vez de enviar um e-mail e esteja consciente da linguagem que vai usar. De forma crítica, deve evitar o uso de palavras com forte carga emocional, como "dececionado" ou "frustrado".
  • Abertura para comentários - Sempre que estiver a oferecer feedback, deve dar aos seus colaboradores a oportunidade de partilharem as suas opiniões e, juntos, devem desenvolver etapas concretas para a solução. Isto não apenas demonstra ao seu colaborador que se importa, mas transforma a discussão num plano de ação positivo, em vez de numa "bronca".
  • Equilibre o positivo e negativo - o feedback deve ser fornecido continuamente e nunca deve concentrar-se inteiramente nos positivos ou negativos. Pode ser tentador suavizar o feedback negativo tecendo elogios. Por exemplo, "Sei que trabalhou muito neste projeto, mas ..." Esta abordagem faz com que seu ponto anterior pareça insincero e transmite uma mensagem ambígua. O elogio deve ser dado quando for devido, sendo melhor acompanhado de apreciação. Por exemplo, “O novo processo que implementou melhorou realmente a nossa eficiência como equipa. Muito obrigado pelo seu trabalho. A sua iniciativa realmente acrescentou valor”.
Muitos managers passam toda a sua carreira a gerir pessoas sem nunca serem reconhecidos como líderes, sabendo apenas fazer micro management em vez de desenvolverem equipas motivadas e autónomas.

Convide a crítica construtiva

Além de fornecerem feedback, os líderes também convidam as suas equipas a comentar o seu desempenho. Pode ser difícil, mas o feedback dos colaboradores é valioso para desenvolver o seu estilo de liderança. A melhor maneira de obter feedback construtivo é fazendo perguntas, como:

  • Como poderia eu apoiá-lo melhor se fôssemos fazer este projeto novamente?
  • Que obstáculos encontrou ao realizar o projeto?
  • Como acha que poderíamos contorná-los?
  • O que acha que pode correr mal se tentarmos [X]?
  • O que considera que fez do projeto [X] um sucesso?

Adote uma abordagem ágil

No mundo de trabalho acelerado em que vivemos, os líderes precisam de se adaptar rapidamente. Adotar uma abordagem flexível ao seu estilo de liderança e comprometerem-se com uma situação de desenvolvimento contínuo irá ajudar a que se sinta mais confortável com as mudanças e a ajustar o seu estilo de liderança para obter o melhor de sua equipa.

Não é a sua responsabilidade ter todas as respostas, mas sim fornecer os meios para encontrá-las.

“Como líder, muitas vezes pode sentir que é da sua responsabilidade ter a resposta certa ou a solução para tudo imediatamente. A realidade é que não é a sua responsabilidade ter todas as respostas, mas sim fornecer os meios para encontrá-las. Se eu pudesse dar um conselho a um novo gestor, seria: aproveite a viagem. Atrasos e eventos não planeados irão sempre surgir ao longo do caminho, mas o privilégio da sua posição é ter o poder de ajudar outras pessoas a aprender como enfrentar esses desafios, para que saiam da experiência mais bem equipados para lidar com o que quer que seja que o futuro possa reservar”, comenta Marco Laveda, CEO Latam e South Europe no Robert Walters Group.

Em conclusão, um líder deve:

  1. Liderar com paixão: se acredita no que faz, os outros também irão achar mais fácil de acreditar.
  2. Apoiar à distância: dê um passo atrás para permitir que os membros da sua equipa brilhem.
  3. Ser empático e demonstrar inteligência emocional: quer esteja a definir uma tarefa ou ou a oferecer feedback, lembre-se de manter o foco nas necessidades das suas equipas. 
  4. Incorporar uma cultura positiva: favoreça o ambiente certo para que a sua equipa possa prosperar.
  5. Desenvolver-se continuamente: há sempre mais para aprender; peça feedback e continue a desenvolver a sua abordagem.
  6. Permitir que outros tenham sucesso: consulte, aconselhe e torça!
  7. Não esperar ser o especialista o tempo todo: afinal, não pode fazer tudo - peça a opinião de colegas, amigos e especialistas.

Sobre o e-guide - Stepping Up: A Guide For New Managers
Estratégias essenciais para construir, desenvolver e liderar equipas vencedoras.

Quer sua promoção tenha ocorrido intencionalmente ou por destino, a transição para uma posição de gestão marca uma conquista emocionante e o início de uma nova fase na sua carreira. No entanto, este período tem os seus desafios. Quer esteja a desenvolver uma equipa pré-existente ou tenha recebido a tarefa de construir uma equipa inteiramente nova, intensificar a contratação, o desenvolvimento e a liderança de profissionais eficazes e motivados pode parecer assustador. Mas não tem de ser assim. Neste guia, oferecemos o 'como' da contratação de que precisa para ter sucesso - desde encontrar o talento certo até erradicar a inquietação da entrevista, e desde um onboarding eficaz até à incorporação de uma cultura e estilo de liderança que inspira. Descubra como evoluir como líder. Solicite uma cópia gratuita do e-guide aqui.

Partilhar artigo

Links relevantes

Envie-nos a sua oferta de emprego
Pesquisa Salarial
Conselhos de contratação
Fale connosco

Saiba mais ao entrar em contacto com um dos nossos consultores especializados em recrutamento

Conteúdo relacionado

Ver todos

O que é hacking ético e por que as empresas competem para capturá-los?

A cibersegurança é um tema cada vez mais presente nos conselhos de administração, devido à preocupação despertada pela proteção de sistemas, dados e redes das empresas. Por isso, perfis tecnológicos especializados em cibersegurança são essenciais para o desenho de sistemas de segurança, e o hacking

Ler mais

6 fatos sobre o mercado de trabalho em tecnologia

Contratar profissionais de IT qualificados é um dos maiores desafios tanto para os gestores de contratação quanto para os gestores de RH, e embora existam grandes equipes de Talent Acquisition dentro das empresas especificamente para recrutar esses perfis, continua sendo uma missão exigente. A Pesqu

Ler mais

Radiografia do profissional do futuro: Big Data e Data Analytics

O mercado de Big Data e Data Analytics está em grande expansão em Portugal. Para além dos profissionais serem bastante requisitados pelas empresas, há diversas consultoras nacionais e internacionais a prestar serviços nesta área. Falámos com os consultores da nossa divisão de IT, que nos explicam em

Ler mais

Sou Robert Walters, você é?

Usando uma combinação dos dados da nossa equipa de Inteligência de Mercado, informações disponíveis publicamente e o conhecimento dos nossos especialistas em recrutamento, criamos relatórios de salary benchmarking sob medida para atrair os melhores talentos.