Razões para levar a sério a sua entrevista de HR

homem e mulher em entrevista

Muitas pessoas imaginam o seu potencial entrevistador como um manager da área para onde se estão a candidatar – alguém cheio de perguntas difíceis sobre o trabalho.

No entanto, o mais provável é terem também de enfrentar um manager de recursos humanos, que apresenta uma perspetiva diferente, mas que deve ser levada igualmente a sério. Explicamos-lhe como e porquê:


De maneira geral, os entrevistadores profissionais podem ser divididos em duas categorias: os managers da área em questão, e os managers de HR ou recursos humanos.

Os managers de uma área específica costumam ser especialistas no posto para onde estão a recrutar, pelo que as suas perguntas numa entrevista tendem a ser de natureza mais técnica ou operacional.

Aos managers de HR, por outro lado, interessam mais os valores e cultura corporativos, pelo que estarão em busca de empatia com o candidato, boas relações humanas, e outro tipo de qualificações transferíveis. 

Visto que muitos candidatos não consideram a entrevista de recursos humanos como um teste aos seus conhecimentos técnicos, e sabem que é conduzida por alguém que não compreende as especificidades do posto em si, podem sentir-se tentados a desvalorizá-la como algo apenas formal que tem de ser feito, com menos importância do que o resto.

Contudo, há excelentes razões para levar o elemento HR tão a sério como os restantes, e estar preparado para os diversos tipos de perguntas destes dois modelos de entrevista diferentes.

A importância de ter uma boa performance na entrevista de HR

Nalgumas empresas, a entrevista de recursos humanos é feita antes da entrevista com o manager da área para onde se está a candidatar. Isto significa que a opinião dos recursos humanos pode ter grande influência na ronda seguinte, especialmente se o entrevistador de HR for um membro sénior na empresa, ou apresentar um estatuto de influência e credibilidade elevados.

Além disso, os managers das áreas pedem muitas vezes ajuda aos colegas de recursos humanos para decidir entre candidatos com perfis e conhecimentos semelhantes.

Numa situação deste tipo, outros aspetos da personalidade e soft skills do candidato passam a ser de extrema importância – desde a sua capacidade de se integrar facilmente numa equipa, ao seu encaixe com os valores e cultura empresariais.

De resto, qualquer conversa formal com um representante de uma organização para a qual se gostasse de trabalhar deveria sempre ser tratada com cuidado e respeito, pois nunca se sabe como essa conversa vai ser transmitida e utilizada internamente.

Nas empresas em que o responsável de recursos humanos está muito envolvido no negócio, e tem uma perspetiva mais prática, este pode ter mesmo um poder de veto em relação a um candidato que, embora tecnicamente competente, considere não ter demonstrado química suficiente nas entrevistas.

Outro aspeto a ter em conta é que muitos managers de área são agora treinados para fazerem perguntas do mesmo tipo das de recursos humanos, pelo que, mesmo na ausência de um profissional de HR dedicado, a sua perspetiva estará certamente representada.

Algumas pessoas não levam o elemento HR tão a sério como deviam. No entanto, nas empresas em que o responsável de recursos humanos está muito envolvido no negócio, e tem uma perspetiva mais prática, este pode ter mesmo um poder de veto em relação a um candidato que, embora tecnicamente competente, considere não ter demonstrado química suficiente nas entrevistas.

Nestas situações, o seu consultor de recursos humanos pode mesmo acrescentar valor e fazer a diferença: um bom consultor vai conhecer as empresas com que está a trabalhar, e compreender as diferentes atitudes e potenciais influências da função HR em cada uma.

Prepare-se para dois estilos diferentes de perguntas

As entrevistas de recursos humanos costumam ser conduzidas segundo os valores da empresa, enquanto as entrevistas com os managers da área específica são mais focadas em questões operacionais e de competências. Assim, é muito importante adaptar as respostas aos dois tipos de entrevistas.

Pense no manager da área como alguém que já fez o trabalho para o qual se está a candidatar, e que agora gere os seus sucessores. São eles quem melhor conhecem todos os aspectos do trabalho em si, e interessam-lhes mais os detalhes e processos do posto.


O manager de recursos humanos, por outro lado, vê a possível integração do candidato no panorama geral da empresa. Irá integrar-se bem na cultura corporativa? Irá apoiar e cuidar dos seus valores? Terá a capacidade de se desenvolver e crescer dentro da empresa, e talvez ajudar a desenvolver outras pessoas? Será que fica feliz e realizado com o tipo de oferta que a empresa lhe propõe?

Enquanto o manager da área em questão quer saber se você consegue fazer o trabalho, o manager de recursos humanos quer saber melhor como é a sua personalidade.

O manager da área vai querer ir diretamente aos detalhes do trabalho. Por outro lado, com o manager de recursos humanos, pode esperar uma perpetiva mais focada nas suas soft e transferable skills.

Neste contexto, deve preparar-se para várias perguntas do tipo: "Por que está interessado na nossa empresa?", "O que sabe sobre o nosso negócio?" ou "Que tipo de competências pode trazer para a empresa que acrescentem valor?"

Os candidatos em entrevistas de recursos humanos devem também preparar-se para perguntas comuns mais focadas em competências, usando a técnica STAR, como por exemplo: "Relate um episódio em que tenha existido conflito no trabalho, e explique como lidou com a situação."

Este tipo de perguntas às vezes atrapalham os candidatos porque não podem ser respondidas com base numa fórmula simples ou decorada. No entanto, deve sempre tentar antecipar este tipo de cenários que podem surgir, e ter alguma ideia pensada para responder.

Finalmente, aconselhamos a que não se utilize a entrevista de recursos humanos para negociar o seu pacote de benefícios ou contrato: se tiver questões relativamente a compensações, bónus, título do cargo, progressão de carreira, promoções, etc., deve antes de mais perguntar ao seu recrutador, para que estejam os dois na mesma página. Desta forma, o recrutador pode servir os seus interesses o melhor possível.

Vale mesmo a pena levar a sério a fase de entrevistas com os recursos humanos – é uma excelente oportunidade para se informar e perguntar sobre a cultura corporativa, e mostrar que quer investir o seu tempo no seu (potencial) futuro empregador.

Precisa de conselhos de carreira? Entre agora em contacto connosco, ou descarregue já a sua cópia gratuita do nosso Complete Interview Guide

Guia completo
para entrevistas

banner capa complete interview guide
Read more »

Ler mais conselhos de carreira 

luzes desfocadas na cidade
Read more »

Contacte-nos 

telhado azul
Read more »

Compare o
seu salário 

homem com tablet à noite
Read more »

Ofertas de
emprego 

seta azul neon
Read more »

Últimas ofertas