Como encontrar uma empresa em que possa acreditar?

homem de óculos sentado ao computador

Todos queremos poder trabalhar numa empresa onde nos sintamos bem, e cujos valores centrais se alinhem com os nossos. 

Segundo a Organização Mundial de Saúde, passamos cerca de um terço das nossas vidas no trabalho, na maioria dos casos com o objectivo de assegurar uma vida estável às nossas famílias, de manter uma vida social e de seguir os nossos interesses e ambições. Porém, com tanto do nosso tempo precioso dedicado ao trabalho, será que este não devia ter mais significado?

Muitos estudos apontam para isso mesmo. De acordo com a Millennial Survey da Deloitte de 2018, o sucesso deve ser medido não apenas em termos de desempenho financeiro, mas também por um conjunto variado de objectivos, que incluem desde fazer a diferença ou ter um impacto positivo na sociedade e no meio ambiente, a melhorar a vida das pessoas, e a uma crescente importância na questão da diversidade no local de trabalho. 

Ao procurar um trabalho com significado, alguns vão ter em conta oportunidades em organizações sem fins lucrativos ou ONG’s. Contudo, um trabalho com um significado maior não tem obrigatoriamente de ser caridade ou voluntariado, e nem sequer obriga a uma mudança de carreira. Por vezes, basta apenas trabalhar numa companhia onde se possa sentir genuinamente bem, que se foque não só em ser lucrativa, mas também em fazer a diferença pelo meio ambiente e comunidade. 

Assim, o que pode fazer para assegurar que o seu trabalho tem significado para si? Fazemos-lhe 6 perguntas que deve considerar quando estiver à procura de uma empresa em que possa acreditar.

O que se diz da empresa nas notícias?

Com uma simples pesquisa por notícias na Internet, andando alguns anos para trás, vai ficar com uma boa noção de como a companhia onde gostaria de trabalhar é em termos éticos, e de que forma o seu negócio é visto no mundo. 

Há algum artigo sobre investimento em pesquisa e inovação, iniciativas filantrópicas, ou acordos de patrocínio interessantes? Ou será que a imagem que passa é uma de suspeita de fuga aos impostos, eficiência brutal, e insatisfação geral dos empregados? Uma boa boa pesquisa irá revelar os valores e ética de qualquer organização.  

Como é o líder da companhia?

O líder de um negócio é a imagem da sua visão. Se não pode acreditar no líder, vai ter sempre dificuldades em acreditar na organização que este preside. 

Existe uma ligação entre o desempenho do negócio de uma empresa e a integridade do seu CEO, de acordo com vários estudos. As companhias em que os empregados avaliaram o seu CEO como tendo um carácter e abordagem positiva aos problemas, incluindo a capacidade de ultrapassar erros, tiveram um retorno sobre activos de 9.35% ao longo de dois anos. Por outro lado, companhias com um CEO com uma avaliação fraca, tiveram uma média de ROA de apenas 1.93%.

Faça uma pequena auditoria ao seu chefe ou CEO: qual é o seu histórico em relação às questões que são importantes para si, como por exemplo o meio ambiente, a diversidade ou a diferença de salário em relação ao género? Uma forma prática de saber estas respostas é ver as avaliações do CEO em sites como Glassdoor, para perceber o que os empregados realmente pensam dele/a. 

Há provas reais de práticas éticas?

Muitas empresas vão anunciar os seus valores éticos pelos seus sites e materiais promocionais. De facto, é quase um requisito para demonstrar políticas em áreas como diversidade, reciclagem e anti-esclavagismo. Mas falar é fácil; o importante é ir além da superfície e perceber se a companhia realmente cumpre as suas promessas. 

Vá mais fundo e descubra se há evidências de responsabilidade social corporativa em acção nas notícias, na Internet ou nos canais de social media da empresa. Existem provas de projectos reais e empregados envolvidos em actividades como voluntariado ou angariação de fundos?

Uma boa boa pesquisa irá revelar os valores e ética de qualquer organização.  

Quão amiga do ambiente é a organização?

Cada empresa e cada indivíduo devem ter o seu papel na protecção ambiental, e se isto é algo importante para si, vai querer perceber até que ponto o seu potencial empregador está a contribuir para um mundo mais limpo.

Claro, isto varia consoante a indústria, e diferentes sectores têm desafios distintos: a pegada de CO2 de uma companhia aérea, por exemplo, é muito mais difícil de combater que aquela de uma agência de comunicação digital. Mas o que importa é a forma como uma organização lida com os desafios específicos que tem de enfrentar, e de que forma se compara com seus concorrentes directos. Aqui, também, as acções são mais importantes do que as palavras. É muito fácil uma empresa fazer um social post com uma imagem referindo o quanto se preocupa com ursos polares e o aquecimento global. Não se deixe enganar pelo marketing convincente – procure evidências tangíveis de companhias a fazerem compromissos reais e a superá-los de forma efectiva. 

Procure o relatório de sustentabilidade de uma empresa para ver se esta atingiu algum rating independente, como o FTSE4Good, ou se trabalha com organizações com reputação estabelecida como o World Land Trust. 

Como lidou a companhia com críticas que lhe tenham feito, ou com críticas contra o sector a que pertence?

Na corrida para conseguir lucros, as empresas podem fazer alguns erros. Mas além das más críticas, infracções regulatórias ou cobertura de impressa negativa, a pergunta essencial a fazer é: o que aconteceu a seguir?

Um teste essencial para verificar se uma empresa é íntegra é a forma como esta responde às críticas ou censura. Parece querer realmente abordar os problemas, e implementar medidas para evitar que estes voltem a repetir-se? Ou será que passa de uma crise para outra? 

Da mesma forma, pode analisar de que forma a companhia responde às críticas negativas do Glassdoor. Parece aberta a feedback, e disposta a endereçar as críticas positivamente? Ou responderá de forma defensiva? 

O que diz a presença social de uma companhia sobre a sua cultura?

Pode saber muito sobre uma empresa pelos seus canais de social media. Parece-lhe distante na sua abordagem, ou demasiado corporativa? Ou será que está mais envolvida com as questões que os seus empregados e audiência se preocupam? Os canais de social media permitem às empresas mostrar o que se passa nos bastidores, dando uma pequena visão da sua cultura

Mais uma vez, sites como o Glassdoor podem ser uma fonte de conhecimento, ainda que a opinião de cada pessoa seja subjectiva. 

Ao ter em conta todo este conteúdo, considere: parece haver um bom ambiente de equipa? As pessoas parecem gostar de socializar juntas fora do trabalho? Juntam-se para boas causas? 

Parece-lhe uma cultura que celebra o sucesso e que realmente apoia o desenvolvimento de cada um dos seus empregados? Ou sente que existem defeitos, como falta de inovação ou empregados desmotivados? 

Finalmente, se quiser garantir que não só a sua empresa, como a sua carreira, têm realmente significado para si, descubra como encontrar um trabalho gratificante, e prepare-se para o seu próximo processo de recrutamento com o nosso Guia Completo para Entrevistas.

Precisa de aconselhamento profissional especializado? Fale connosco

Conselhos de carreira 

Read more »

Veja as nossas ofertas
de emprego 

Read more »

Fale connosco 

Read more »

Compare o
seu salário  

Read more »

Subscreva os nossos 
alertas de emprego 

Read more »