Cinco dicas para uma forte liderança

túnel laranja

Quando se pensa em liderança, lembramo-nos logo de gestores séniores. Estes líderes têm a obrigação de dar o exemplo através da incorporação de uma série de valores, atitudes e práticas, não apenas no trabalho, mas também na sua vida pessoal.

Estas atitudes irão moldar o tipo de pessoa que os seus funcionários ou colegas de trabalho gostariam de seguir – comprovando assim a definição de “liderar por exemplo”.

Não existe nenhuma regra específica que serve para todas as pessoas nem mesmo um “comprimido mágico” que o torne num líder eficaz. No entanto, como ainda há muito para aprender acerca da liderança, examinámos os melhores líderes mundiais para desenvolver cinco conselhos para uma forte liderança".

1. Faça aquilo que diz

Por exemplo, se diz que deve existir equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, mas estipula metas que requerem que os funcionários trabalhem muitas horas, isso só demonstra inconsistência. Se enfatiza a política de “plano de carreira”, mas está sempre a recrutar profissionais para ocuparem diretamente cargos seniores, os seus funcionários vão perder a confiança na sua liderança.

Um bom líder também deve intervir, instruir, orientar e influenciar as pessoas de forma a que desempenhem o seu trabalho da melhor forma possível.

2 . Líder vs Chefe: a corda bamba

Ser um líder requer a capacidade de se fazer um bom julgamento e de tomar decisões difíceis que não agradem a toda a gente. Entre elas, despedir alguém ineficiente, cortar custos para conseguir um resultado mais saudável ou até mesmo confrontar alguns superiores em defesa do interesse dos seus funcionários.

As pessoas tendem a apoiar-se nos seus líderes quando precisam de direção. Desta forma, sabem para onde ir e como lá chegar. Mas não basta ser chefe para ter capacidades de liderança. De facto, muitos chefes não são líderes, o que pode fazer com que muitos trabalhadores se vão embora dos seus postos. 

A diferença entre um líder e um chefe é que um líder dirige e supera os obstáculos com a sua equipa durante o caminho, dando feedback construtivo e procurando sempre manter a moral elevada, enquanto um chefe vai direto ao assunto sem olhar em volta, não se preocupando em ferir sensibilidades ou em ser seguido por mérito em vez de o ser por obrigação. 

3. Seja um bom seguidor

Esta regra não costuma ser destacada nos livros de liderança mas é um dos aspetos mais críticos desta temática.

A melhor forma de aprender a liderar é ser um bom seguidor, comparando-se constantemente a alguém que admira.

Enquanto seguir os melhores líderes e aprender através do seu sucesso, também se aprende a ajustar as reações aos funcionários mais antigos e a lidar melhor com as suas atitudes. Como seguidor, irá aprender a dar suporte e a defender uma boa liderança e, ao mesmo tempo, entenderá o que resulta numa má liderança bem como tudo aquilo que se espera de um líder. Um bom seguidor pode muito bem impactar a gestão de forma positiva, bem como dar forma à liderança de uma empresa.

É preciso muita coragem e integridade para ser um bom seguidor; as pessoas que vivem desta forma não só serão funcionários eficientes, como também estarão no caminho para se tornarem bons líderes. É provavelmente por isso que os bons seguidores costumam ser os melhores gestores.

4. Trate os seus funcionários como ativos

É importante que os líderes saibam que não são perfeitos e que muito poucos têm todos os talentos reúnidos. Contudo, existe um traço comum entre os melhores líderes: têm uma forte auto-consciência acerca das suas qualidades e capacidades. Além disso, estão rodeados de pessoas que podem complementá-los de forma a compensar as áreas em que não se sentem tão à vontade.

Um bom líder deve também intervir, instruir, orientar e influenciar as pessoas para que desempenhem o seu trabalho da melhor forma. Exercitar a liderança também significa estar disposto a articular a sua visão e a inspirar as pessoas a unirem-se à sua equipa. É fácil forçar ou procurar que as pessoas façam o que se lhes manda, mas é preciso ser um visionário para identificar o potencial dos seus funcionários, elevar as suas aspirações acerca daquilo em que se podem tornar e fazer com que queiram alcançar essa visão consigo.

5. Avalie-se regularmente

A liderança é um processo constante e contínuo de aprendizagem e aperfeiçoamento do seu estilo de gestão, capacidade de influência, abordagens e entendimento das pessoas com quem trabalha. Para liderar de uma forma eficiente, é preciso estar o tempo inteiro à frente e adaptar-se facilmente às mudanças e alterações de tendências e atitudes.

As auto-avaliações regulares não só o mantêm no caminho certo, como também lhe dão orientações importantes sobre os princípios das suas atividades de liderança.

Por acaso assume a responsabilidade quando as coisas não correm bem? Tem em conta a opinião de quem está à sua volta e aproveita as oportunidades certas? Delega funções ou faz tudo sozinho? Considera-se um exemplo constante para seus subordinados e colegas de trabalho em termos de comportamento, caráter e atitude? Tem feito tudo o que está ao seu alcance para incentivar as pessoas a fazerem o melhor que podem e encorajar os que não o fazem? Deixa que as pessoas corram riscos, cometam erros e aprendam por si próprias?

Finalmente, não existe nenhuma receita mágica para fazer bons líderes. Os melhores têm, normalmente, desenvolvido seu próprio estilo ao longo dos anos. O desafio de uma forte liderança é encontrar o estilo que melhor se adapta a si - e que também o permita a adaptar-se a diversas situações.

Caso precise de conselhos de recrutamento, entre em contacto com um dos nossos consultores.

banner seta azul neon - alertas emprego

Subscrever alertas de emprego 

Read more »

Veja mais conselhos de carreira 

banner telhado azul vidro - conselhos de carreira
Read more »

Compare o
seu salário 

banner luz desfocada - salary survey
Read more »

Fale connosco 

banner luzes citadinhas - contacto
Read more »

Veja as nossas ofertas de emprego 

banner velocidade - ofertas emprego
Read more »