Solicite uma cópia
gratuita

Read more »

Conselhos de
contratação

Read more »

Contacte-nos

Read more »

A Pesquisa Salarial 2017 já está disponível

A Pesquisa Salarial da Robert Walters já está disponível. Solicite sua cópia gratuita para saber mais sobre as últimas tendências de remuneração e de contratação em Portugal. O relatório contém informações de salário, dicas de contratação, e inclui uma análise do mercado de trabalho de todos os países em que operamos globalmente.

Para os empregadores - Com as últimas informações sobre salários e tendências de emprego em todos os setores profissionais, assim como conselhos e dicas de recrutamento, a nossa Pesquisa Salarial 2017 ajudará a atrair e reter talentos.

Para os profissionais à procura de emprego - Espera um aumento salarial este ano? Compare as faixas salariais para sua posição em 27 países. Se está a considerar uma mudança de carreira, descubra quais as competências e experiência procuradas pelas empresas de cada setor profissional a nível mundial.

Salary Survey 2017
banner Salary Survey 2017

Sobre a Pesquisa Salarial

Na sua décima oitava edição, a Pesquisa Salarial da Robert Walters, é o a mais compreensível e abrangente estudo sobre as tendências de mercado e níveis salariais aplicados.

Este guia inclui informação sobre as remunerações de profissionais de 27 países, incluindo o Reino Unido, Irlanda, Europa Continental, Médio Oriente, África, Ásia, Austrália, Nova Zelândia, EUA, Canadá e América do Sul. A Pesquisa Salarial é baseada na análise de colocações permanentes, provisórias e contratuais feitas em cada uma das nossas regiões e disciplinas de recrutamento em 2016.

Pode solicitar sua cópia de 2017 agora clicando aqui.

 

Tendências de Recrutamento em Portugal em 2017

Em 2017, esperamos que a recuperação económica continue e a procura por profissionais que possam assumir um papel ativo na formação da estratégia da empresa venha a aumentar. As start-ups e as PME deverão aumentar a contratação em vários sectores, tal como as grandes empresas que operam nos setores da logística, dos serviços, das finanças, da indústria, do comércio retalhista e da energia.

As empresas permanecerão cautelosamente confiantes e começarão a aumentar o número de funcionários, aumentando também o número de novos projetos. Os setores mais ativos em termos de contratação serão IT, engenharia e vendas & marketing, onde os empregadores continuarão a lutar contra a escassez de competências.