Profissionais de Engenharia podem esperar aumento salarial médio de 6% em 2018

grupo ao ar livre
  • Profissionais mid-senior level serão os mais beneficiados devido à sua experiência técnica valorizada
  • Postos em que se espera um maior aumento salarial em 2018 nesta área incluem Plant Managers e Diretores de Operações, cujos aumentos podem chegar acima dos 10%
  • Mas aumentos salariais podem não ser incentivo suficiente, pois assistimos atualmente a uma fuga de talento nacional para outros países, nomeadamente da Europa e América Latina

Salários destas áreas para postos intermédios e diretivos podem subir em média 6%

Com o crescimento da economia a que se tem assistido em Portugal, as atividades de recrutamento serão mais elevadas em 2018, particularmente para Engenharia e Operações, seguindo a tendência do ano passado.

Cristiano Aron, diretor da Robert Walters em Portugal, comenta: “especificamente nas áreas de Engenharia e Operações, espera-se um aumento médio de salários de 6% para postos mid-senior level, já que os empregadores se verão obrigados a adaptar às novas tendências salariais para poderem atrair novos candidatos e reterem talento.” E continua, explicando que “devido à falta de candidatos no mercado, os empregadores terão de oferecer salários mais competitivos, pelo que antecipamos um aumento dos salários em 2018.”

Esta média varia consoante o cargo e anos de experiência profissional, nalguns casos mantendo-se os salários do ano passado, enquanto noutros podemos esperar aumentos salariais acima dos 10%.

Estes aumentos salariais irão incidir especialmente naqueles profissionais com 5 a 10 anos de experiência de trabalho em Engenharia e Operações, e naqueles com mais de 10 anos de experiência na área, embora possa também haver aumentos salariais significativos para alguns postos intermédios e diretivos com experiência inferior a 5 anos.

Maior procura de profissionais de Engenharia em 2018

A procura de profissionais de Engenharia e Operações disparou em 2017, especialmente por candidatos que demonstrassem boas capacidades de comunicação e gestão de operações e clientes, essencial para o crescimento do negócio – uma tendência vai continuar este ano.

Esta procura crescente, devido à melhoria económica, levou a uma maior contratação de profissionais, com particular ênfase nos postos intermédios e diretivos. Naqueles postos em que os salários se mantiveram estáveis face a 2016, por outro lado, os empregadores tiveram grande dificuldade em atrair novos candidatos altamente qualificados.

Em 2018, a demanda por estes profissionais vai continuar, nomeadamente para especialistas em Logística e Procurement, bem como para candidatos com experiência em Produção. 

Espera-se ainda que surjam novos postos na indústria pesada, automóvel, transportes e setores de distribuição, bem como FMCG.

A procura de profissionais nestas áreas é superior à oferta nacional, pelo que veremos vários postos com aumentos salariais em relação ao ano passado.

Postos em que se espera um maior aumento salarial este ano incluem Plant Managers, cujos salários podem aumentar mais de 15% numa mudança de emprego em profissionais com 2 a 5 anos de experiência, e até 10% para aqueles que levam mais de uma década na profissão. Diretores de operações, pela crescente procura, poderão ter aumentos salariais entre 6 e 21% consoante os anos de experiência no cargo e/ou na empresa, o seu perfil e qualificações específicos, e a dimensão da empresa.  

Em Portugal, esta variação salarial para postos mid-senior level é mais agressiva dependendo da dimensão das empresas, pelo que poderemos observar aumentos salariais superiores nas grandes companhias, ou na mudança de emprego de uma PME para uma grande companhia.

Espera-se ainda que surjam novos postos na indústria pesada, automóvel, transportes e setores de distribuição, bem como FMCG. 

Aumentos salariais podem não ser suficientes para atrair e reter talento

No entanto, os aumentos salariais poderão não ser atrativo suficiente para manter os melhores candidatos nos cargos e atrair novos profissionais, pois há outros fatores-chave a ter em conta para atrair e reter talento em 2018. Além disso, temos assistido nos últimos anos a uma fuga de profissionais portugueses altamente qualificados para outros países da Europa e América Latina, onde encontram melhores condições e qualidade de vida, o que explica também a falta de oferta de candidatos face à procura crescente.

No caso específico dos profissionais destas áreas, para além do salário, estes consideram fundamental para um posto de trabalho ser atrativo a existência de planos claros de progressão de carreira, o grau de responsabilidade do cargo, work-life balance, modelos focados em resultados, flexibilidade no trabalho, a possibilidade de trabalhar a partir de casa, e a formação dentro da empresa.*

Finalmente, a grande maioria dos candidatos aprecia empresas com valores e ética corporativa bem definidos, vendo ainda como incentivo laboral a preocupação da empresa com o ambiente, e atividades de team-building que favoreçam a colaboração dentro das equipas no trabalho.

*Dados recolhidos de um questionário realizado pela Robert Walters a profissionais da área. 

Quer obter mais informações sobre as últimas ofertas de emprego, ou conversar sobre a sua carreira ou necessidades de contratação? Entre em contacto connosco hoje.

banner mulheres sentadas à conversa - conselhos contratação

Conselhos de
contratação

Read more »

Quer saber mais?
Fale connosco 

banner seta azul néon - contacto
Read more »

Envie-nos a sua oferta de emprego 

banner prisma cor pastel - enviar oferta emprego
Read more »

Descubra mais tendências salariais e de emprego na Europa 

banner túnel iluminado às cores - salary survey
Read more »

Newsroom 

banner setas de luz coloridas - newsroom
Read more »