Como ter sucesso em entrevistas para vagas de desenvolvimento e programação

homem com tablet à noite com fundo de cidade

O avanço da tecnologia nunca pára, com novidades e inovações a aparecerem no mercado todos os dias. Isto são ótimas notícias para developers que pretendam elevar a sua carreira a um novo patamar, ao serem perfis cada vez mais procurados, ainda que a competição possa ser dura.

Nunca foi tão importante estar bem preparado para uma entrevista de emprego – seja bem-sucedido no grande dia com estas seis dicas essenciais da nossa equipa de IT Software Development.

Personalize o seu conjunto de habilidades

“As empresas procuram alguém com experiência relevante num campo específico”, explica Paulo Ayres, Manager de IT Software Development na Robert Walters. Paulo aconselha os candidatos a adaptarem os seus CVs a cada oferta de emprego a que se candidatam para garantir a relevância para a vaga em questão. “Se um posto requer alguém que tenha sido mentor de programadores júnior, ou experiência em full-stack, deve sublinhar no seu CV quaisquer experiências relevantes relacionadas.”

Além disso, “não se esqueça de destacar as qualificações técnicas que possua, pois estas podem ser o elemento diferenciador entre dois candidatos”, acrescenta Rita Leonor, consultora de IT Software Development. “Se estiver a candidatar-se a um posto mais ligado a gestão, deve realçar as qualificações e competências relevantes que se possam aplicar.”

Pesquise a linguagem tech da empresa e demonstre as suas capacidades

Explorar o site de uma empresa pode dar-lhe uma ideia geral do tipo de linguagem e conjunto de habilidades necessários para o posto de desenvolvimento e programação nessa mesma empresa. Paulo Ayres aconselha: “Para além de ver as características da vaga com atenção, repare bem no site e veja que linguagens e tecnologias foram utilizadas para o seu desenvolvimento. Isto poderá ajudar bastante na gestão de expectativas do posto, bem como moldar a sua preparação para a entrevista.”

Não se esqueça de destacar as qualificações técnicas que possua, pois estas podem ser o elemento diferenciador entre dois candidatos

As entrevistas para este tipo de cargo podem incluir um teste de competências baseado no seu conhecimento técnico e habilidades. “Algumas empresas avisam os candidatos de que planeiam fazer-lhes um teste durante a entrevista, enquanto outras não dizem nada, mas podem fazer o teste à mesma, pelo que deve sempre garantir que está preparado para o caso de ter de realizar um teste ou tarefa de repente”, recomenda Rita Leonor.

“Apesar de as empresas costumarem fazer testes para medir o conhecimento técnico, é importante manter um repositório ou um site ativo para o empregador poder conhecer o seu trabalho. Hoje sabemos que há inúmeros projetos diferentes para todos os tipos de programador. Assim, antes de seguir num processo, cabe também ao candidato perguntar-se se esse é mesmo o novo desafio que quer abraçar. Afinal, fazer uma escolha acertada significará resultados melhores e mais desenvolvimento na nova empresa”, conclui Paulo.

Encontre o equilíbrio

“Num ambiente de uma start-up, encontrar o equilíbrio certo entre hard e soft skills é extremamente importante para os responsáveis de seleção, já que a estrutura destas organizações é mais débil”, explica Paulo Ayres, que acrescenta: “Neste tipo de operações, espera-se que os developers sejam capazes de falar com um maior número de partes interessadas, tanto nacionais como internacionais, pelo que existe um foco em candidatos com perfis mais completos a nível de competências interpessoais. Hoje em dia, os developers devem estar muito mais integrados nas equipas da empresa em geral. As companhias não procuram uma pessoa que chega todos os dias e se isola num canto com headphones. Pelo contrário, querem alguém com experiência comprovada em comunicação com outras equipas não tecnológicas, e que seja uma parte ativa da equipa, um verdadeiro team-player. Capacidade de trabalho em equipa é tão importante como quaisquer competências técnicas.”

Repare bem no site e veja que linguagens e tecnologias foram utilizadas para o seu desenvolvimento. Isto poderá ajudar bastante na gestão de expectativas do posto, bem como moldar a sua preparação para a entrevista

Esteja a par da moda

A indústria tecnológica está em constante evolução, sendo por isso essencial estar a par das últimas tendências. Devido à natureza de mudança contínua deste setor, Paulo Ayres avisa: “as competências e linguagens que aprendeu há alguns anos podem deixar de ser necessárias, úteis ou relevantes, portanto, um bom programador ou developer deve estar constantemente a atualizar o seu conhecimento tecnológico e conjunto de habilidades para poder responder à procura.”

Para ajudar os candidatos a estarem sempre ao corrente das novidades, “existem vários pontos de encontro e fóruns online onde as pessoas se juntam e discutem as tendências tecnológicas e seus desafios específicos”, explica Paulo Ayres. Por exemplo, “novos frameworks de Javascript como VideoJS estão a tornar-se cada vez mais populares no mercado, e estes são os tipos de tópicos que deve saber falar de forma confiante durante uma entrevista para mostrar que o seu conhecimento é atual.”

Faça as perguntas certas

“As perguntas que faz durante a sua entrevista devem revelar ao responsável de contratação por que está em busca de uma mudança na sua carreira, e explicar a sua motivação por esta nova oportunidade”, comenta Rita Leonor. “Faça perguntas sobre as possibilidades de crescimento de carreira para demonstrar compromisso para com o posto, e não se esqueça de falar sobre o seu interesse nos últimos desenvolvimentos e inovações do mundo tecnológico. Isto é uma característica importante em qualquer developer.”

Quanto a tópicos que deve evitar durante uma entrevista, Rita Leonor diz aos seus candidatos para se manterem longe de perguntas relacionadas com salário e benefícios. “Se estiver numa entrevista e começar a falar imediatamente sobre o salário que quer receber e potencial bónus, vai passar uma imagem muito negativa ao entrevistador, podendo mesmo perder a oportunidade de conseguir o trabalho. Não fale desses temas até se encontrar numa fase mais avançada do processo, ou quando o responsável de recursos humanos lhe perguntar diretamente quais são as suas expectativas de salário.”

É importante manter um repositório ou um site ativo para o empregador poder conhecer o seu trabalho

Prepare-se para o próprio dia da entrevista

Quando se trata de preparar uma entrevista, os candidatos não devem deixar nada ao acaso, incluindo a preparação do percurso até ao local. Paulo Ayres sublinha: “Chegar tarde a uma entrevista é logo um sinal vermelho para qualquer entrevistador, pois demonstra desorganização e falta de interesse. Deve sempre planear o caminho com bastante tempo e até testar o percurso antes da entrevista se não lhe for familiar, para garantir que chega à receção pelo menos 10 minutos antes da hora marcada da entrevista.”

Se precisar de mais conselhos de carreira, entre em contacto connosco - teremos todo o gosto em ajudá-lo/a. 

Pronto/a para dar o próximo passo na sua carreira? Veja e candidate-se às nossas últimas ofertas de emprego.

banner seta azul neon - alertas emprego

Subscrever alertas
de emprego 

Read more »

Reserve a sua cópia da Pesquisa Salarial Europeia 2019 

banner bolas cor de laranja - salary survey
Read more »

Veja as nossas ofertas de emprego 

banner luz desfocada - ofertas de emprego
Read more »

Fale connosco 

banner luzes da cidade - contacto
Read more »

Como fazer 
um bom CV 

banner bolas amarelas - artigo dicas CV
Read more »

Últimas ofertas