8 erros comuns em entrevistas que deve evitar

mulher a trabalhar no computador

Ser chamado para uma entrevista depois de se ter candidatado a uma oportunidade significa que está um passo mais perto de conseguir a sua mudança profissional. Embora seja importante saber o que deve dizer e fazer durante uma entrevista de emprego, é igualmente essencial saber e compreender os erros mais comuns de entrevista em que vários candidatos caem sem querer, e que podem fazer a diferença entre serem selecionados ou não.  

Conheça os 8 erros mais comuns de muitos candidatos, e aprenda como evitá-los:

1. Não se preparar decentemente

Ainda que esteja em vários processos de recrutamento em simultâneo, tem de organizar o seu tempo de forma a poder preparar-se como deve ser para cada uma das entrevistas. Os entrevistadores consideram imperdoável quando um candidato não sabe nada sobre a empresa ou o posto.

Pesquisar sobre a companhia a que se está a candidatar pode levar o seu tempo, mas é algo essencial para a preparação de uma entrevista. No entanto, ainda existe um considerável número de candidatos que não o faz com a profundidade necessária – recitar informação que viu no site corporativo não é suficiente, pois os entrevistadores procuram profissionais que vão além das descrições da empresa, conheçam a situação atual da empresa, e consigam analisar as tendências do mercado do setor em geral. Faça uma pesquisa a fundo, e irá destacar-se dos outros candidatos.

2. Dar explicações genéricas sobre os motivos pelos quais gosta da empresa

Caso seja questionado sobre o motivo que o levou a querer assumir a oportunidade, ou o porquê de desejar entrar na organização, não dê explicações genéricas. Se o fizer, pode parecer que está à procura de qualquer oportunidade na sua área de atuação, e que não está assim tão interessado na vaga específica.

Se não consegue explicar claramente as razões pelas quais quer assumir a oportunidade, o entrevistador provavelmente irá considerar outros candidatos que demonstrem mais entusiasmo e objetivos bem definidos.

Refira especificamente os aspetos da organização que considera atraentes, como por exemplo as principais responsabilidades da oferta e os produtos ou serviços da empresa.

3. Não conhecer o seu CV detalhadamente

Não é preciso decorar todas as palavras do seu currículo, mas deve saber falar confortavelmente de todos os projetos em que esteve envolvido, o que já atingiu e porque deseja uma mudança de carreira.

Não assuma que, só porque a informação está no seu currículo, os entrevistadores não vão querer detalhes sobre a sua experiência, incluindo as responsabilidades nos empregos anteriores e os resultados do seu trabalho.

Certifique-se de rever e estudar o seu CV antes de ir para uma entrevista, e pratique a forma como vai responder a potenciais perguntas sobre os detalhes que destacou no documento. Mais importante, tenha a certeza de que consegue justificar os resultados atingidos, relacionando-os com a oportunidade para a qual se está a candidatar.

4. Ter conversas negativas 

Fazer comentários negativos sobre a sua empresa atual ou anterior é um erro enorme que deve evitar a tudo o custo. 

Já vimos muitos candidatos perderem oportunidades de emprego por fazerem comentários negativos em relação ao seu atual ou antigo chefe e/ou empregos – mesmo depois de terem brilhado na entrevista, podem estragar tudo com um comentário deste tipo. É pouco profissional da sua parte, e todos sabemos que cada história tem mais do que uma versão. Não teça comentários que afetem negativamente a imagem da sua empresa, cargo ou chefe - anteriores ou atuais – independente do quão tentador seja fazê-los. Procure encontrar os aspetos positivos da sua experiência profissional e foque-se neles.

E, quando lhe perguntarem por que quer mudar de emprego, tenha cuidado com o que responde. Por mais que não goste do seu local de trabalho, não seja demasiado honesto sobre isso no caso de essa ser a razão de se estar a ir embora. Se disser que estava farto, ou que sentia que não estava a progredir, quando se encontra na empresa apenas há um ano, vai parecer alarmante para o entrevistador.

É importante dar respostas sinceras, mas que apresentam o seu perfil numa luz positiva. Por exemplo, “Estou em busca de um posto mais desafiante e variado, pois sinto que a minha função atual não está a puxar por mim”, ou “Uma das coisas que mais me motivam é estar dentro de uma equipa dinâmica, e neste momento o meu posto atual não pode oferecer isso."

5. Estar demasiado relaxado ou apático durante a entrevista

Duas formas de estar que deve evitar: demasiada intimidade ou familiaridade, e revelar falta de interesse ou entusiasmo.

É importante ter um posicionamento amigável, envolvente e ao mesmo tempo conseguir demonstrar as suas capacidades interpessoais, mas deve sempre ser profissional, mesmo quando possa sentir que há química entre si e a pessoa que o está a entrevistar. 

Deve deixar o entrevistador guiar a conversa, e isto inclui o tom: não seja informal se o entrevistador não mostrar essa abertura. Se vir que, mais no final da entrevista, o seu interlocutor começa a relaxar e até a rir, o candidato também pode fazê-lo. Vá analisando o comportamento do seu entrevistador, e adeqúe o seu.  

Deixe o entrevistador conduzir a conversa: não interrompa ou fale por cima, e evite fazer várias perguntas antes de sentir que o entrevistador lhe está a dar abertura para isso.

Por outro lado, e embora já todos tenhamos tido entrevistas em que a oferta não era entusiasmante, deve mostrar-se animado desde o início de qualquer maneira. Imagine que a meio do processo percebe que afinal quer aquele trabalho? Se tiver sido aborrecido ou apático na entrevista, vai ser extremamente difícil dar a volta. Assim, deixe as suas dúvidas de lado, e mostre que quer o trabalho, mesmo que isso não seja totalmente verdade. Encare as entrevistas sempre assim. 

Finalmente, mesmo que seja muito qualificado para a posição para a qual está a ser entrevistado, é sempre necessário revelar energia e entusiasmo. Se ficar sentado com um ar aborrecido, a sua experiência não o vai salvar. Afinal, os clientes têm um ego, e gostam de ver que o candidato valoriza o posto e que o considera realmente uma boa oportunidade.  

6. Higiene pessoal

referimos anteriormente a importância da forma como se apresenta e se veste para a entrevista, adaptando o seu estilo à cultura da empresa. Mas é tão ou mais importante considerar a sua higiene pessoal, e não estamos apenas a falar de tomar banho, lavar os dentes ou usar desodorizante.

Por exemplo, se tiver parado para beber um café antes da entrevista, procure ter um rebuçado ou pastilha de mentol para refrescar o seu hálito, e se possível evite fumar antes da entrevista. 

Por outro lado, usar um perfume ou aftershave demasiado intenso também pode ter um impacto negativo. Por vezes, a nossa ansiedade para cheirar bem pode ir longe de mais, e distrair a pessoa que nos está a entrevistar. Pergunte a alguém de confiança se não exagerou no perfume antes da entrevista. 

7. Falar demasiado

Se passou horas a preparar-se para uma entrevista, vai ter vontade de demonstrar os seus conhecimentos quando esta chegar. No entanto, não caia na armadilha de não ouvir bem a pergunta. Muitas vezes, as pessoas estão tao desesperadas para partilhar o que aprenderam e o que sabem que acabam por dar uma resposta irrelevante para a pergunta que lhes fizeram. Pode ter excelentes intenções relativamente ao que pretende dizer na entrevista, mas não force o discurso se não for natural. 

Além disso, deixe o entrevistador conduzir a conversa: não interrompa ou fale por cima, e evite fazer várias perguntas antes de sentir que o entrevistador lhe está a dar abertura para isso – caso contrário, pode parecer presunçoso, demasiado nervoso, ou mal-educado.

Espere a sua vez para falar. Deve acima de tudo escutar e fazer disto uma prioridade, conseguindo um bom equilíbrio entre a confiança e a humildade. Estes são os candidatos que mais se destacam. 

8. Não fazer perguntas

Um dos piores erros de entrevista, daqueles que deixam mesmo uma impressão negativa, é dizer que não tem nenhuma pergunta no final. Aos olhos dos entrevistadores, isso revela uma enorme falta de interesse e iniciativa. Procure diferenciar-se, fazendo perguntas que revelam criatividade e que demonstram que realmente se preparou para a entrevista e quer saber mais. Assim, vai mais facilmente destacar-se da competição. 

Saiba como se preparar para uma entrevista e destacar-se em todo o processo de recrutamento com o nosso Complete Interview Guide

Precisa de mais conselhos de carreira? Fale connosco

banner textura encarnada - alertas de emprego

Subscrever
alertas de emprego 

Read more »

Veja mais conselhos
de carreira 

banner tecto encarnado com luzes - conselhos de carreira
Read more »

Razões para levar
a sério a sua entrevista de HR 

Banner parede azulejos encarnados - artigo HR
Read more »

Consulte o nosso Complete Interview Guide 

banner textura encarnada - complete interview guide
Read more »

Fale com um consultor
especializado 

banner toldo encarnado - contacto
Read more »