De Marketing e Comercial a recrutamento - como José Miguel Rosenbusch se tornou Manager da divisão Sales & Marketing na Robert Walters

José Miguel Rosenbusch

José Miguel Rosenbusch, Manager na divisão de Sales & Marketing na Robert Walters desde Junho de 2018, é formado em Gestão de Marketing, tendo trabalhado como Diretor de Marketing e Comercial em diferentes setores de negócio, incluindo turismo, hotelaria, FMCG, indústria farmacêutica, entre outros, antes de se tornar consultor especializado na área. 

1 - Como chegaste ao setor de recrutamento e seleção?

Nunca tinha sido uma área de negócio onde me revisse como profissional e onde equacionasse desenvolver a minha carreira profissional, tendo em conta a minha formação. Posto isto, e fruto de algumas ligações profissionais de longa data neste setor, sempre me disseram que tinha o perfil e ambição certas para me tornar num bom consultor de recrutamento de seleção. Surgiu um projecto no momento certo, com os objetivos certos... Foi fácil tomar essa decisão.   

2 - Porquê a Robert Walters?

A Robert Walters surge num momento da minha vida profissional onde ambicionava mais, estando já a trabalhar em recrutamento e seleção há alguns anos. Sempre tive o desejo e ambição de crescer, ainda mais numa empresa multinacional. No momento oportuno lançaram-me o desafio de criar a divisão de Sales & Marketing e não hesitei. Entusiasmou-me bastante o foco no candidato, a relação com os clientes e ser um projecto em franco crescimento. Pode-se mesmo dizer que partilho na íntegra os valores e ambição do nosso CEO Robert Walters. 

3 - Como é que a empresa apoia o teu desenvolvimento profissional?

A vários níveis. Começo por dizer com o objetivo diário de superação perante as mais diversas dificuldades. A possibilidade de no dia-a-dia gerir pessoas ambiciosas, novas e com grande margem de progressão, a oportunidade de crescer internacionalmente, o ser “obrigado” a ter que falar diversas línguas, o trabalhar projetos completamente variados com diferentes especificações, o lidar com candidatos séniores que nos testam e nos fazem crescer… apenas para citar alguns exemplos. 

Entusiasmou-me bastante o foco no candidato, a relação com os clientes e ser um projecto em franco crescimento

Além disso, temos um programa de masterclass a nível internacional onde viajamos para outros escritórios na Europa para formações específicas. Por exemplo, tive a minha corporate induction em Madrid quando entrei, e uma formação de Managers em Paris uns meses depois. Além disso, somos treinados por especialistas nas ferramentas online que utilizamos no nosso dia-a-dia. 

4 - O que destacarias da cultura corporativa da Robert Walters?

Destacaria a simplicidade, o objetivo comum e a forma como todos, independentemente da posição e função, trabalham para o mesmo objetivo – crescer e sermos cada vez maiores e melhores. 

A parte social é também muito valorizada e incentivada na cultura da empresa a nível internacional, com afterworks frequentes, almoços e jantares de equipa, e um company day anual. 

5 - Que tipo de skills são necessários para se ser consultor de recrutamento e seleção?

Não pretendo alongar-me muito, mas seguramente a propensão comercial, o interesse em conhecer pessoas (todos os dias), a negociação, mas destacaria acima de tudo a “verdade” – é um negócio onde a nossa imagem e conhecimento ditam o sucesso e/ou insucesso. 

6 - Este é um bom momento para se ser consultor?

É sempre um bom momento para se ser consultor. Qualquer pessoa pode ter sucesso, desde que trabalhe arduamente e reconheça desde o princípio que altos e baixos fazem parte deste negócio. Diria mesmo que a ambição do indivíduo é o barómetro do sucesso e insucesso. Podemos estar a viver momentos de dificuldade, seja por fatores económicos, sociais, culturais… mas todas as empresas querem os melhores profissionais, seja para reforçar a sua estrutura, seja numa perspetiva de melhorar a existente. 

7 - Quais são os teus próximos desafios?

Diria que estamos numa fase em que é importante fazer a divisão crescer e com isso criar uma maior especialização. Aumentar o brand awareness da marca Robert Walters em Portugal é também um objetivo a curto/médio prazo. A longo prazo tenho claramente a ambição e trabalho afincadamente todos os dias para isso de me tornar uma referência em Portugal nas minhas áreas de intervenção e assumir, quem sabe,  a posição de MD em Portugal.

Precisa de mais informações sobre as últimas ofertas de emprego na Robert Walters, ou quer conversar sobre a sua carreira? Entre em contacto connosco hoje.

forma geométrica lilás

Junte-se à
nossa equipa 

Read more »

Os nossos conselhos de carreira 

3 jovens com tablet a sorrir
Read more »

Fale connosco 

estrutura com luz azul e encarnada
Read more »

Ofertas de emprego 

setas luz neon verde e azul
Read more »

Salary Survey 2019 

corredor iluminado com várias cores
Read more »